Você não tem os papéis necessários para acessar este portlet.
 
Certificados

 

Notícias

Vencedores do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional recebem as premiações na I CNDR

Brasília, 19/3/2013 - Durante a solenidade de abertura da I Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional (CNDR) foi realizada também a entrega das premiações aos vencedores do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional Edição 2012: homenagem a Rômulo de Almeida. Concedido pelo Ministério da Integração Nacional, o prêmio é um reconhecimento a iniciativas que contribuem para o desenvolvimento regional.

A edição deste ano totalizou R$ 210 mil para os nove projetos que ficaram em primeiro e segundo lugar nas três categorias. "Esse prêmio é um importante espaço para a divulgação de pesquisas e atividades que contribuem para o equacionamento da questão regional brasileira, se constituindo em uma ocasião única para uma reflexão sobre as desigualdades regionais no país, envolvendo o poder público, a academia e a sociedade em geral", ressaltou Antônio Paulo Cargnin, vencedor da categoria 1 - Produção do Conhecimento.

Representando a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Cargnin concorreu com o trabalho "Políticas de desenvolvimento regional no Rio Grande do Sul: vestígios, marcas e repercussões", no item Produção do Conhecimento Acadêmico - Doutorado. No item Mestrado, o vendedor foi Leonardo de Moura Perdigão Pamplona, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com o trabalho "Políticas públicas territoriais: uma nova visão sobre o desenvolvimento".

A categoria 2 (Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional) teve como vencedor o trabalho "Rede Solidária Cata-Vidas", proposto por  Rita de Cássia Gonçalves, do Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento, Emprego e Cidadania (Ceadec). O estudo mostra o processo de organização de catadores de materiais recicláveis da região de Sorocaba (SP), que formaram a Rede Solidária de Cooperativas desta atividade.

Na categoria 3 (Projetos Inovadores para Implantação no Território) a vencedora foi Daniele Cesário, da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh), com o trabalho "Adapta Sertão - Tecnologias sociais de adaptação à mudança", que tem ação focada no território da bacia do rio Jacuípe, no semiárido da Bahia.

Homenagem - Participando da solenidade o embaixador José Viegas Filho, presidente do Centro Internacional Celso Furtado, ressaltou o perfil de homem público e de pensador do desenvolvimento regional que sempre mostrou o economista Celso Furtado, um dos pioneiros do planejamento regional do país, juntamente com Rômulo de Almeida, homenageado desta edição.

Aristeu de Almeida, irmão do homenageado e também presente no evento, recebeu um certificado das mãos do ministro Fernando Bezerra Coelho e falou do papel de Rômulo de Almeida como incentivador do desenvolvimento regional brasileiro, sendo um dos formuladores das políticas de desenvolvimento do governo de Getúlio Vargas.

 O homenageado da próxima edição do Prêmio Celso Furtado será o economista e professor Armando Dias Mendes, que, segundo a comissão julgadora da premiação, "tem uma ímpar contribuição científico-intelectual de intérprete maior da Amazônia".